1 Comentário

NINGUÉM SEGURA MAIS O “VOLTA LULA”

LULA

Cláudio Fajardo

Quando ontem o presidente do PT pediu aos presentes no encontro nacional que erguessem os cartões para aprovar o lançamento da pre-candidatura de Dilma à reeleição, e a reação foi formalíssima, eu tive a certeza de que ninguém segura mais o sentimento de que Lula é que deveria ser o candidato. A reação foi nitidamente burocrática. Parafraseando Lula diria que foi 80% burocrática e 20% política. Não adianta Lula declarar e repetir mil vezes <span

class=”text_exposed_show”>que a candidata é Dilma porque mesmo assim o “Volta Lula” insiste, resiste, persiste. 
A imensa maioria de petistas sabe que a Dilma não foi tão bem como o foi Lula. Sabe que o desenvolvimento econômico alcançado durante o governo Lula não foi sustentado no período de Dilma. Sabe essa mesma maioria que com Lula as privatizações tinham cessado e com Dilma elas voltaram. Na questão das relações internacionais ficou evidente desde o primeiro minuto que Dilma abandonou a estratégia de independência implementada pela chancelaria brasileira e em seu lugar acomodou-se num alinhamento quase automático às forças do império. No conjunto da obra pode-se afirmar que Dilma implementou uma política neoliberal recauchutada. 
Com Lula havia uma tentativa de equilíbrio em relação ao capital e o trabalho. Havia equilíbrio entre os grandes proprietários rurais e os camponeses sem terra e os índios. Havia uma tentativa de equilíbrio entre a especulação financeira e o capital produtivo. Equilíbrio também é o que se buscava na relação entre o nacional e o importado. Com Dilma a balança deslocou-se nitidamente para o lado do capital em detrimento do trabalho, do império em detrimento da Nação, do agronegócio em detrimento da reforma agrária e política indígena. Em suma, Dilma contrariou toda e qualquer possibilidade de progresso harmonioso. A militância petista e os apoiadores de esquerda e os nacionalistas perceberam essa guinada de Dilma. 
Para os petistas e os aliados progressistas de um modo geral é evidente que Lula seria melhor candidato do que Dilma e as próprias pesquisas de intensão de voto tem demonstrado isso. O povo também acha que Lula seria melhor. E é por isso que o “volta Lula” será ouvido cada vez mais forte. O próprio Lula, apesar de tudo que disse, deixou uma brecha ontem em seu discurso: “Se um dia eu tiver que ser candidato a alguma coisa, a primeira pessoa a saber será a companheira Dilma”.

Anúncios

One comment on “NINGUÉM SEGURA MAIS O “VOLTA LULA”

  1. Barbaridade tchê!! Quanta bosta de vaca permeando a política!! O negócio tá igual o pré 1964…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: