Deixe um comentário

O BANCO DOS BRICS  E A BOMBA ATÔMICA

 

Quem disse ao mundo que o Brasil queria ser vira-latas para sempre ?

 

 

 

O Brasil será o responsável pelo cargo de “Presidente de turno”, presidirá a diretoria executiva do Banco dos BRICs.

É uma função estratégica,

honrosa.

Daqui a cinco anos, pelo sistema de rotatividade de todos os cargos, será sucedido pela Rússia.

Mas, o PiG (*)  tentará transformá-la numa derrota retumbante, do tipo “não houve BRICs.”

Poderá dizer que o Brasil perdeu a Presidência, como já diz o portal do Globo, a maior vítima do sucesso retumbante da Copa.

O Brasil conquistou aquilo que cabia no seu tamanho.

O tamanho de uma bomba atômica.

Porque, como dizia um chinês famoso, o poder está na ponta de uma baioneta

Quem tem mais bomba atômica, entre os BRICs ?

A Russia.

É dela a Presidência.

Depois, quem tem mais bomba atômica ?

A China.

A sede será em Xangai.

Depois, quem tem mais bomba atômica ?

A Índia (que, aliás, tem menos que o Paquistão e, talvez, menos que Israel).

Logo, coube à India a Presidência do banco.

Quem assinou o Tratado de Não-Proliferação das Armas Nucleares – o TNP – e avisou ao mundo que o Brasil que queria ser, para sempre, um vira-latas ?

O Fernando Henrique Cardoso.

Simples, meu caro Mao.

Paulo Henrique Amorim

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: